Saturday, 23 de October de 2021

Com Programa Guardião da Segurança, Energisa busca conscientizar os trabalhadores em obras de construção civil sobre cuidados com a energia e local de trabalho

Algumas obras de construção civil podem ser perigosas para trabalhar. Pensando nisso, a Energisa lançou o programa Guardião de Segurança

Algumas obras de construção civil podem ser perigosas para trabalhar. Pensando nisso, a Energisa lançou o programa Guardião de Segurança, que busca vistoriar a segurança dos trabalhadores em seu local de atuação.

Na última sexta-feira, (20), a Energisa, empresa voltada para o setor de energia elétrica no Brasil, trouxe à tona um tópico bastante importante e que merece muito ser discutido e disseminado. Quando uma obra ou reforma está sendo iniciada, a maior preocupação é quanto ela custará e quantos dias irá durar. No entanto, a segurança dos profissionais que irão atuar nela, nem sempre é lembrado. Pensando nisso, o grupo de energia lançou o programa ‘Guardião da Segurança’, que tem por objetivo, alertar aqueles que atuam em obras de construção civil, os perigos que existem em manusear rede de energia elétrica.

Leia outros artigos interessantes:

Energisa visita obras de construção civil para apresentar seu programa ‘Guardião da Segurança’ e cuidado com rede de energia

Como forma de preservar pela vida dos profissionais, a empresa enviou equipes para verificar algumas obras que estão em andamento onde a Energisa atua. Dessa forma, os locais que passaram por uma vistoria foram: interior de São Paulo, Sul de Minas Gerais e Guarapuava (PR). Somente nos primeiros 7 meses do ano, as equipes encontraram 39 irregularidades.

No entanto, é válido ressaltar que, quando essas irregularidades são encontradas, ela não oferece um perigo somente para o trabalhador que está em contato com fios de alta tensão, mas sim, para a população e toda a rede elétrica. Como forma de evitar que acidentes venham a acontecer, as equipes da Energisa irão continuar mapeando e visitando locais onde existem trabalhadores da construção civil em atuação.

Dentre esses profissionais, temos: armadores, carpinteiros, eletricistas, pedreiros, pintores, serventes, técnicos que instalam antenas de TV, serralheiros e outros. A expectativa é que outros trabalhadores sejam beneficiados com o programa Guardiões da Segurança, como por exemplo, aqueles que realizam as podas de árvores. Que estão em risco devido aos fios de energia localizado entre as copas das árvores.

Segundo Juliana Volpi Favaretto, coordenadora de Saúde e Segurança da Energisa Sul-Sudeste, “nessas visitas orientamos sobre a importância dos EPIs [equipamentos de proteção individual] e necessidade de manter o distanciamento seguro da rede elétrica. Nem todos sabem, mas um acidente pode acontecer mesmo sem haver o contato direto dos equipamentos com os fios. Há situações em que a proximidade pode causar uma descarga por indução elétrica, provocando queimaduras, fraturas, lesões ou até a morte do profissional”.

Quais são as medidas de segurança necessária para que as obras de construção sejam um ambiente seguro?

Como mencionado anteriormente, o trabalho direto com energia ou determinadas obras de construção, acabam envolvendo risco de vida se não possuir os equipamentos corretos. Para evitar que acidentes aconteçam, a Energisa fez uma listagem de como trabalhar em segurança, mesmo em ambientes de extremo risco.

  • Usar sempre equipamentos de segurança;
  • Quando tiver que fazer reparos em aparelhos elétricos- desligue-os da tomada;
  • Em caso de obras e construção, os andaimes devem ser colocados longe dos fios de energia, assim como, as calhas e os vergalhões;
  • Em relação a instalação de antenas, essas não poderão ficar próximas a rede elétrica da residência, afinal, caso venham a cair, poderão prejudicar a energia local a trazer consigo, os fios elétricos;
  • Para os motoristas de caminhão, esses devem ter cuidado em locais onde a fiação que conduz energia elétrica, são mais baixas que a altura do veículo.

Até mesmo os profissionais de energia podem cometer erros durante a execução do seu trabalho. Dessa forma, é de suma importância que aqueles que não possuem experiência em obras de construção civil, não sejam contratados. Afinal, caso algum incidente venha a acontecer, a empresa poderá ser a responsável. Para a Energisa, é dever da companhia fornecer todos os equipamentos para que seus funcionários trabalhem com segurança

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.