Construção Civil: Minas Gerais foi o estado que mais gerou empregos na indústria civil, com 3.375 novas vagas, seguido por Pará (2.274) e Ceará (1.942)

Valdemar Medeiros
por
-
31-07-2020 19:36:14
em Economia
Vagas de emprego - construção civil -

O saldo de vagas de empregos em julho na construção civil foi o 1° positivo após 3 quedas consecutivas (março/abril/maio) desde o início da pandemia.

Enquanto o Brasil fechou 10.984 vagas formais de trabalho em junho deste ano, o setor da construção civil criou 17.270 novos empregos. Mesmo em meio a pandemia de Covid-19, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta terça-feira (28/07) pelo Ministério da Economia.

Leia também

Nesta semana, o Ministério da Economia divulgou dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em relação ao desempenho do mês de junho. Similarmente, a construção civil alcançou o segundo posto, entre os cinco grupos de atividade econômica analisada pelo cadastro, com 17.270 vagas, apenas atrás do agronegócio.

Mais de  10 Mil empregos gerados na construção civil

Outrossim, a região Centro Oeste contabilizou 10.010 vagas abertas na construção civil, o que para o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção da Região Sul do Estado de Mato Grosso, Lucas Luz demonstra a força do setor, mesmo com todos os impactos da pandemia que já conhecemos.

“Inegavelmente, a construção civil não parou, nós tivemos uma pequena paralisação no início de cerca de 10 dias e logo retomamos, então mantivemos a atividade com todos os cuidados em relação a pandemia do Covid-19. Por outro lado, também tem a questão do investimento por conta de uma taxa Celic baixa e com perspectiva de cair ainda. O que deixa o investimento em imóveis dos mais atrativos garantindo um retorno do seu dinheiro maior do que em outras áreas”, disse.

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) comprovou o numero de empregos gerados

Por fim, para refletir estes números positivos, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) realizou uma pesquisa em 30 setores industriais no mês de julho e revelou o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei).

Em contrapartida, o índice de confiança da Indústria de Construção atingiu 46,3 pontos, com os 3,7 pontos acumulados em julho, registrando a terceira alta consecutiva do índice.


⇒ Participe dos nossos grupos do Telegram e fique atento a todas as notícias do mercado de energia, empregos, projetos e outros assuntos microeconômicos do Brasil. Nossas informações sempre são direto das fontes e atualizadas. Acesse o Nosso Telegram aqui.

Tags: