Início Mesmo com custos elevados, setor da Construção Civil apresenta bons resultados nas vagas de emprego e novas contratações no Mato Grosso do Sul

Mesmo com custos elevados, setor da Construção Civil apresenta bons resultados nas vagas de emprego e novas contratações no Mato Grosso do Sul

20 de março de 2022 às 20:23
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Apesar da crescente nos custos das obras, o setor de Construção Civil vem se mostrando bastante resiliente no Mato Grosso do Sul e garante um saldo positivo de vagas de emprego disponíveis e novas contratações
Apesar da crescente nos custos das obras, o setor de Construção Civil vem se mostrando bastante resiliente no Mato Grosso do Sul e garante um saldo positivo de vagas de emprego disponíveis e novas contratações. Fonte: Freepik

Apesar da crescente nos custos das obras, o setor de Construção Civil vem se mostrando bastante resiliente no Mato Grosso do Sul e garante um saldo positivo de vagas de emprego disponíveis e novas contratações

Na última semana, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Mato Grosso do Sul liberou alguns dados sobre o saldo de contratações no estado. Assim, até esse domingo, (20/03), o setor de Construção Civil continua crescendo cada vez mais e expandindo as vagas de emprego disponíveis, embora os custos das obras estejam bastante elevados.

Confira:

Mato Grosso do Sul conta com bons números em relação às contratações e às vagas de emprego disponíveis no setor da construção civil neste início de 2022

O setor da construção civil vem sendo um dos mais resilientes em meio às crises do mercado nacional e internacional e conseguiu um grande crescimento durante os primeiros meses do ano de 2022. Esses números se tornaram ainda mais relevantes no estado de Mato Grosso do Sul, onde os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) mostram que o setor foi o que mais empregou no mês de janeiro.

Dessa forma, o presidente da FETRICOM-MS (Federação dos Trabalhadores na Construção Civil) e do SINTRACOM de Campo Grande (Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil), José Abelha, destacou que “Com esse aquecimento teremos um aumento em torno de 10 a 15%. Muitas construtoras em Campo Grande, por exemplo, estão iniciando novos projetos, mesmo que em ano político, estão acreditando na economia sul-mato-grossense. Estamos finalizando o acordo coletivo e logo teremos uma resposta de reajuste salarial. A briga é de até 12%. Inclusive o sindicato nunca fechou uma convenção abaixo da inflação sem o ganho real, além de outros benefícios para a categoria”.

Os dados mostram que o saldo de contratações e demissões foi de 499 vagas de emprego no estado, ou seja, na geração de empregos o setor da construção civil ficou atrás apenas dos segmentos de Serviços (1.571 vagas), Agropecuária (1.111), e Indústria (818 vagas). Com isso, os moradores do estado conseguiram cada vez mais novas oportunidades de emprego e a expectativa é que o crescimento chegue a 15% até o final deste ano, com novos empreendimentos sendo desenvolvidos em busca desses bons resultados.

Custos nas obras de Construção Civil estão cada vez mais elevados, apesar dos bons resultados nas vagas de emprego no Mato Grosso do Sul 

Apesar dos grandes resultados em relação às vagas de emprego no estado do Mato Grosso do Sul, o setor da construção civil enfrenta uma elevação considerável nos custos dos materiais para as obras. Isso acontece pois o Índice Nacional da Construção Civil, que avalia a evolução dos custos do setor, subiu 0,56% em fevereiro, e, além disso, o índice já acumula, nos últimos 12 meses, uma alta de 16,28%, o que representa uma alta bastante considerável nos preços dos materiais para a realização das obras. 

Além disso, o custo nacional da construção ficou em R$ 1.533,96 por metro quadrado, uma crescente não esperada pelos representantes do segmento no mercado nacional. Apesar disso, o que se espera é uma queda nesses valores e a continuação da resiliência desse segmento em meio às dificuldades enfrentadas dentro do mercado nacional. 

Assim, os resultados da empregabilidade no estado de Mato Grosso do Sul contribuem para novos empreendimentos e um novo aquecimento do setor na região, com novas oportunidades de emprego sendo disponibilizadas para os moradores do estado. Por fim, a expectativa de crescimento de 15% nas contratações ainda animam os grandes empreendedores que atuam no segmento pelo estado do Mato Grosso do Sul.

[gs-fb-comments]

Relacionados
Mais recentes