Friday, 20 de May de 2022

O que esperar do setor de Obras de Construção Civil para os próximos anos?

Mesmo com futuro incerto, setor de Obras e Construção Civil tem gerado diversas vagas de emprego para todas as regiões do Brasil

Mesmo com futuro incerto, setor de Obras e Construção Civil tem gerado diversas vagas de emprego para todas as regiões do Brasil

O setor de Obras e Construção Civil tem gerado altas expectativas para o futuro. Seja para a geração de novas vagas de emprego ou para o desenvolvimento de novos projetos, nos quatro cantos do Brasil. Tal setor é a prova que mesmo com a chegada da pandemia, as construtoras e profissionais conseguiram se manter no mercado, atuando de forma ainda mais intensa. Portanto, para essa quinta-feira, (28/10), há muitas oportunidades e grandes expectativas para o ano que estar por vir. Caso esteja desempregado, não se preocupe, novos processos seletivos serão abertos ainda no decorrer deste ano.

Notícias que talvez possam lhe interessar:

O que é necessário para o setor de Obras e Construção Civil se manter em alta em 2022?

Para analisar melhor o desenvolvimento do setor no decorrer de 2021, nada melhor que realizarmos a comparação com dados anteriores. Dessa forma, de acordo com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), no ano passado (2020), as vendas referentes às residências novas cresceram o equivalente à 9,8%, se comparado com o ano de 2019.

Já em relação ao ano vigente, a expectativa é que o setor cresça entre 5% a 10%, uma vez que tenha uma alta de 3% no PIB. Porém, acredita-se que essa onda de crescimento venha a ser paralisada nos próximos dois anos. Segundo os especialistas, a ideia é aproveitar o momento atual, para desenvolver o máximo de projetos possíveis, para que não seja prejudicado no futuro. Para se ter uma ideia, o aumento de projetos para o setor de Obras e Construção Civil só foi possível graças a algumas medidas tomadas pelo Governo Federal.

Dessa forma, quanto mais Obras eram iniciadas, mais havia a necessidade em profissionais dessa área. Portanto, muitas vagas de emprego estão sempre ofertadas, para diversas cidades brasileiras. Em relação aos incentivos criados pelo Governo Federal, podemos citar a viabilidade de crédito, que permite uma menor taxa de juros perante aos bancos. Entretanto, não há somente o mercado residencial, mas sim, as obras de construção civil voltadas para o varejo e área industrial.

Ou seja, as construtoras que não trabalham no segmento residencial, em moradias financiadas pelos bancos, sofreram com o impacto negativo da pandemia. Assim, as oportunidades no decorrer desse período foram amplas, mas somente para um determinado nicho.

Qual será o futuro do setor de Obras de Construção Civil?

Apesar dos grandes desafios enfrentados pelo setor durante a pandemia ocasionada pelo Coronavírus, o impacto fora bastante positivo. Quando analisamos o crescimento do setor nos últimos 8 anos, é possível deduzir que em 2021, foi o período que mais houve expansão. Um estudo de Desempenho Econômico da Indústria da Construção referente ao 2º Trimestre de 2021 fora realizado pela CBIC, onde evidenciou um aumento de 2,5% para 4%.

Atualmente, o setor de Obras de Construção Civil vem sofrendo com a falta de insumos e mão de obra qualificada. Caso o número de projetos dentro da área venha a aumentar ainda mais até o final do ano, a tendência é que os valores subam cada vez mais, devido a grande procura.

Portanto, para aqueles que estão em dúvida sobre construir ou reformar alguma obra, saiba que há duas possibilidades: pagar um pouco mais caro no momento, ou esperar alguns meses, com a incerteza se os preços vão diminuir ou não. Assim, o futuro das Obras e Construção Civil tem se apresentado bastante incerto, sendo necessário aproveitar as oportunidades atuais, para que no futuro, não sejamos prejudicados.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.