Início Tecnologia: indústria do setor farmacêutico consegue automatizar 60% de tempo ao usar softwares e redução de erros é de 80%

Tecnologia: indústria do setor farmacêutico consegue automatizar 60% de tempo ao usar softwares e redução de erros é de 80%

31 de maio de 2022 às 14:58
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Tecnologia: indústria do setor farmacêutico consegue automatizar 60% de tempo ao usar softwares e redução de erros é de 80% - Canva
Tecnologia: indústria do setor farmacêutico consegue automatizar 60% de tempo ao usar softwares e redução de erros é de 80% – Canva

A RDC 301, que foi suplantada durante o dia 02 de maio do ano de 2022, promove uma série de regulações sobre como deverá acontecer a produção e registro de medicamentos na área da saúde com o uso de softwares. 

A norma que foi citada anteriormente, a RDC 301, foi aprovada para rever algumas regulamentações de tecnologia que são impostas na indústria do setor farmacêutico e na produção de medicamentos para a área da saúde. 

Isso acontece porque a norma é responsável por fazer a imposição de requisitos mínimos que devem ser obedecidos pelas empresas no momento de fazer os registros de produção. E, dessa forma, garantir que haverá automatização dos processos em larga escala. 

Leia mais sobre:

O que é previsto por esta norma e o que a tecnologia tem a ver com isso? 

O canal do Youtube que pertence a Karime Braga tem um vídeo que aborda mais sobre as atualizações da RDC  301 e o que está previsto pelas novas normas. Portanto, é de suma importância que os profissionais desta área façam um estudo sobre. 

Vídeo retirado do canal Karime Braga

A norma já havia sido atualizada no ano de 2019 para que houvesse a substituição das normas impostas para a indústria de medicamentos e saúde durante o ano de 2017.  Muitos pontos que estão descritos na norma são revistos a cada ano e devem estar de acordo com o que é determinado pelo PIC/S (Pharmaceutical Inspection Co-operation Scheme ou Esquema de Cooperação de Inspeção Farmacêutica. 

Tecnologia está cada vez mais presente na área da saúde 

A tecnologia não está presente apenas nos centros de TI ou nas aulas de desenvolvimento. Muito pelo contrário, ela está presente em tudo o que temos à nossa volta, desde a construção civil, cada vez mais automatizada, até mesmo na saúde. Ou seja, ela tem o intuito de melhorar, de forma exponencial, a qualidade de vida dos seres humanos no ambiente em que estão atuando. 

O que foi determinado?

Apesar dos avanços da área da TI dentro da saúde, é importante salientar que o levantamento que foi criado pela Anvisa mostra que ao menos 80% das marcas estavam fazendo o uso do papel para a marcação dos seus registros em vez de softwares. Transferir as informações do papel para o meio eletrônico será  uma forma de manter a sustentabilidade e eficácia das operações dentro do setor corporativo. Logo, foi determinado que as empresas terão que catalogar os seus lotes em sistemas online para manter a segurança e agilidade dos mesmos. 

O MESA ORG levantou um relatório que mostra que se consegue economizar ao menos 100% dos papéis usados durante a validade do lote ao fazer o uso de tecnologias. E não somente isso: cerca de 25% dos papéis que são utilizados para atividades extras das empresas também podem ser reduzidos. 

Redução do tempo é de 60% com o uso de tecnologia 

O uso da tecnologia não serve apenas como forma de reduzir os gastos que as empresas no setor da indústria da saúde estão tendo com o papel, como também de automatizar os processo ao fazer com que a redução do tempo seja de ao menos 60%.  Além disso, a redução de erros é de ao menos 80%. 

[gs-fb-comments]

Relacionados
Mais recentes