Como cortar custos no canteiro de obras e ainda ganhar em eficiência

Como cortar custos no canteiro

Corte os custos no canteiro de obras e ganhe eficiência! Confira!

Continua Depois do Anúncio

O uso excessivo de materiais, a demora nas etapas da construção e as elevadas despesas com uma mão de obra sempre influenciam sob o custo total de um projeto. Do mesmo modo, os gastos de construção também continuam após a entrega da obra, com os serviços de assistência técnica.

Pensando nisso, as grandes construtoras investem em novas tecnologias que permitem adotar melhores estratégias nas obras, visando assim a redução de custos e o aumento da produtividade. A FGV (Fundação Getúlio Vargas) fez um estudo onde relatou que 60% dos empresários otimizaram seus recursos fazendo a automatização das gestões técnicas e administrativas das obras e também fazendo uma renovação periódica dos equipamentos para então aperfeiçoar melhor a execução das suas obras.

Com o objetivo de aumentar a produtividade da construção e também reduzir custos. Você irá descobrir hoje neste artigo como e quais setores são possíveis fazer o corte de gastos das obras e ganhar além de recursos financeiros, maior eficiência. Continue conosco até o fim deste artigo e confira!

  • Concepção: Os gastos desnecessários começam pelo seu próprio projeto. Por isso é importante que você faça um planejamento com cautela e específico para o empreendimento que será construído. Integre todos os materiais e os procedimentos da obra. Assim é possível obter dados que permitem adotar medidas para cortes de custos no canteiro de obra, além de ganhar produtividade. Por exemplo, quando a escolha de um determinado contrapiso leva a utilizar uma quantidade excessiva de cimento, há outras maneiras e materiais que entregam o mesmo resultado a um custo menor.
  • Execução: Um planejamento inadequado poderá atrasar a execução de um projeto além de demandar despesas adicionais no valor total da construção. E entre as principais perdas econômicas durante o andamento do projeto são
  • Atraso na entrega de materiais pelos fornecedores;
  • Material estocado de forma inadequada;
  • Transporte inadequado do material, o que gera danos físicos e químicos;
  • Aplicação de forma equivocada da argamassa no concreto;

Elimine tarefas desnecessárias e agilize-as!

Analise todos os custos da mão de obra e faça a minimização de despesas sem comprometer a qualidade da construção.

Utilizando o material com consciência

É essencial uma integração entre uma gestão de qualidade e a assistência técnica. Reunindo as informações e integrando tarefas, fica mais fácil aplicar novas estratégias de forma simples que irão minimizar os gastos e aumentar a qualidade da obra. O problema da utilização está na quantidade de material que está prevista para a manutenção e também o número consumido efetivamente durante a obra.

É ideal que toda a construção atualmente tenha um sistema integrado que poderá reunir dados de cada etapa da construção em tempo real em um Software de fácil utilização. O Mobuss Construção poderá ser uma inovação para seu empreendimento. Já que com a utilização desta ferramenta você poderá monitorar e gerenciar todos os processos da obra por meio de seu celular ou tablets. O que irá tornar a produção mais dinâmica e os custos irão cair significativamente.

Gostou do nosso artigo? Que tal deixar para nós um feedback com sua opinião nos comentários? Sua opinião é muito importante para nós! Até mais!

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.