MENU
Estados
Modo escuro
Menu
Início Egito constrói a maior estação de tratamento de água de esgoto do mundo, com um investimento total de 739 milhões de dólares

Egito constrói a maior estação de tratamento de água de esgoto do mundo, com um investimento total de 739 milhões de dólares

29 de janeiro de 2024 às 17:32
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Egito constrói a maior estação de tratamento de água de esgoto do mundo, com um investimento total de 739 milhões de dólares
FOTO: Divulgação/Maior estação de tratamento de água de esgoto do mundo

Em uma iniciativa histórica, o Egito inaugura a maior estação de tratamento de água de esgoto do mundo, estabelecendo novos padrões em construção de saneamento e gestão de recursos hídricos.

A água, um recurso vital que cobre 70% da superfície terrestre, é paradoxalmente escassa em termos de disponibilidade para consumo humano. Apenas 1% da água da Terra é potável, e cerca de 4,2 bilhões de pessoas vivem sem acesso a saneamento básico eficaz.

Localizada perto de Porto Said, ao norte do Egito, a estação de tratamento de água e esgoto de Bahr el-Baqar se destaca não apenas pela sua capacidade, mas também pela sua localização estratégica. Porto Said, uma cidade com mais de 780 mil habitantes, é um ponto crucial para o comércio exterior do Egito e agora abriga essa instalação inovadora.

Artigos recomendados

Construção e desafios da maior estação de tratamento de água de esgoto do mundo

Iniciada em 2019 e concluída em apenas 20 meses, a construção da estação envolveu mais de 6.500 trabalhadores. A edificação enfrentou desafios significativos, principalmente devido à instabilidade do solo arenoso da região, que foi estabilizado com a instalação de 6.500 estacas.

A estação de Bahr el-Baqar detém três recordes mundiais – a maior instalação de tratamento de água (64,8 metros cúbicos por segundo), a maior estação de tratamento de lodo e o maior gerador de ozônio operado por um único administrador. Este projeto monumental foi financiado em parte por fundos árabes de desenvolvimento, com um investimento total de 739 milhões de dólares.

Processos de tratamento

A estação é equipada com tecnologia avançada para tratamento de águas residuais, incluindo bombeamento, coagulação, floculação, decantação, filtração e desinfecção. A capacidade total de tratamento de lodo é de 490 mil toneladas por ano, o que demonstra sua eficiência e escala.

Além de tratar as águas residuais, a estação de Bahr el-Baqar irá contribuir para a melhoria da qualidade ambiental e da saúde pública. A água tratada será usada para irrigar 140 mil hectares de terras agrícolas, equivalentes a mais de 129 mil campos de futebol, beneficiando diretamente a economia local e a segurança alimentar.

A estação de Bahr el-Baqar é um marco crucial no desenvolvimento sustentável do Egito, alinhando-se com a visão do governo egípcio de enfrentar a crise hídrica e impulsionar o saneamento básico. Este projeto sinaliza um avanço significativo na gestão de recursos hídricos e saneamento, estabelecendo um novo padrão para projetos semelhantes em regiões áridas em todo o mundo.

Relacionados
Mais recentes