Início Mesmo com a pandemia, o setor de Construção Civil em Minas Gerais conseguiu se manter ativo, ofertando quase que diariamente, diversas vagas de emprego

Mesmo com a pandemia, o setor de Construção Civil em Minas Gerais conseguiu se manter ativo, ofertando quase que diariamente, diversas vagas de emprego

11 de março de 2022 às 00:15
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O estado de Minas Gerais vem se mantendo resiliente na pandemia em relação às vagas de emprego no setor da Construção Civil, contribuindo para um expressivo crescimento econômico nos últimos meses
O estado de Minas Gerais vem se mantendo resiliente na pandemia em relação às vagas de emprego no setor da Construção Civil, contribuindo para um expressivo crescimento econômico nos últimos meses. Fonte: Freepik

O estado de Minas Gerais vem se mantendo resiliente na pandemia em relação às vagas de emprego no setor da Construção Civil, contribuindo para um expressivo crescimento econômico nos últimos meses

Durante esta última quinta-feira, (10/03), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) de Minas Gerais comentou sobre as oportunidades de trabalho no estado e fez um destaque para o setor da Construção Civil. Com a pandemia, o segmento vem sendo um dos mais resilientes nos últimos anos, marcando um saldo positivo em relação às vagas de emprego disponibilizadas no estado pelos órgãos responsáveis.

Leia também:

Vídeo: Em meio à crise, Minas Gerais manter mil vagas de emprego para os profissionais do setor

Diversas vagas de emprego são abertas diariamente para os trabalhadores de Minas. Fonte: YouTube

Estado de Minas Gerais consegue saldo positivo em vagas de emprego, com destaque para o setor da Construção Civil

O período inicial da pandemia do covid-19, durante os anos de 2020 e 2021, marcou um alto déficit de empregos em todo o mercado global, uma vez que os setores se encontravam bastante abalados em meio ao cenário caótico e desconhecido. No entanto, alguns setores no mercado nacional conseguiram se manter bastante estáveis, como é o caso da construção civil, que se manteve resiliente e com um saldo positivo de vagas de emprego durante este período, principalmente no estado de Minas Gerais. 

O estado em si já vem bastante estável nos últimos meses e, somente desde o último dia 03, as 133 unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine) no estado estão com mais de sete mil oportunidades de emprego, com destaque para os segmentos da construção civil, serviços e comércio. Além disso, esses setores conseguiram bons resultados em relação às vagas de emprego no ano de 2021 e os destaques foram para o segmento de serviços (124.079 empregos com carteira assinada), seguido pelo comércio (68.846), indústria (65.587), construção civil (31.804) e agropecuária (14.866).

Apesar de não ter sido o maior em número de empregos gerados, o setor da construção civil foi o mais expressivo em Minas Gerais durante o último ano, uma vez que o estoque de emprego aumentou 11,4% em relação ao ano anterior, um crescimento bastante expressivo para um segmento que necessita de muitos investimentos para o seu aquecimento. Assim, a projeção é que as vagas de emprego dentro da construção civil continuem expandindo durante o ano de 2022 de forma ainda mais significativa. 

Vagas de emprego para o setor da Construção Civil são os grandes destaques dentro do estado de Minas Gerais neste início de 2022

O ano de 2022 já iniciou de forma bastante positiva para o estado de Minas Gerais e, principalmente, para o segmento da construção civil dentro da região, uma vez que, somente no período pós-carnaval, estavam disponíveis 547 vagas de servente de obras, 362 para pedreiro e 411 para motorista de caminhão. As oportunidades de emprego no estado são essenciais para a movimentação do capital e um desenvolvimento socioeconômico mais acelerado e o setor da construção civil vem se mostrando essencial nesse processo. 

Assim, a diretora de Monitoramento e Articulação de Oportunidades de Trabalho da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Amanda Carvalho, comentou sobre os números expressivos e destacou a forte resiliência desse setor durante os anos de pandemia, afirmando também que “O setor de construção civil foi um dos mais afetados em 2020 em razão da pandemia. Entretanto, nos últimos meses, tem conseguido se recuperar, abrindo postos de trabalho. Os números do Sine comprovam esse cenário, com quase mil vagas abertas”.

Com isso, o estado se consagra como um dos maiores empregadores dentro do segmento da construção civil, comércio e serviços, e expande ainda mais a sua presença dentro do mercado nacional em relação a esses índices.

[gs-fb-comments]

Relacionados
Mais recentes