Início AB Brasil, líder nacional na categoria de fermentos, investe R$150 milhões em tratamentos de efluentes

AB Brasil, líder nacional na categoria de fermentos, investe R$150 milhões em tratamentos de efluentes

2 de agosto de 2022 às 13:37
Compartilhe
Siga-nos no Google News
AB Brasil
AB Brasil (Reprodução: divulgação)

A AB Brasil, líder brasileira na categoria de fermentos, anunciou o investimento de R$150 milhões na ampliação da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) situada na sua fábrica em Pederneiras, município do interior de São Paulo. Neste sentido, a empresa produzirá biogás a partir dos resíduos do melaço, a principal matéria-prima para fabricação do fermento.

Dessa forma, o biogás produzido na ETE será responsável pela geração de 25% da energia elétrica e térmica consumida na unidade. A iniciativa tem previsão de começar as suas atividades no segundo semestre deste ano.

Danilo Nogueira, diretor-geral da AB Brasil, aponta que este investimento faz parte do compromisso da instituição com o meio ambiente. Ele aponta que a AB Brasil tem consciência de que é necessário respeitar os ecossistemas, pelo bem da nossa sobrevivência e de seus negócios.

Além disso, ele também enfatiza que a AB Brasil está cada vez mais interessada em projetos sustentáveis, que exigem não apenas investimentos, mas iniciativas e uma grande vontade verdadeira de contribuir com o futuro de todo o planeta. E

Ele ressaltou que em 2020, a empresa oficializou o seu compromisso público de se converter para sistema cage-free até 2025 de todos os produtos da Companhia com ovos na sua formulação, e até meados de 2028 dos produtos a base de ovos pasteurizados para o segmento industrial, que é fornecido pela Sohovos. Dessa forma, ela finaliza dizendo que a empresa está ampliando a sua atenção com o meio ambiente, atuando no necessário para manter a sua preservação.

Conheça a empresa

Reprodução: Canal Digigraph Produções

AB Brasil busca inovação com o biogás

Atualmente, o avanço das pesquisas e da tecnologia no setor agropecuário resultou no desenvolvimento de diversos produtos a partir da cana-de-açúcar, tendo como um dos seus principais subprodutos o melaço, por exemplo.

O melaço é a principal matéria-prima para a fabricação do fermento biológico, e é formado pelo caldo da cana-de-açúcar altamente concentrado. Dessa forma, os seus resíduos são capazes de produzir biogás, gerando energia elétrica e terminal renovável, uma excelente alternativa aos combustíveis fósseis.

Além disso, a produção do biogás também gera resíduos e eles serão tratados e lançados no Rio Tietê, conforme os rigorosos padrões de lançamentos estabelecidos pelos órgãos ambientais.

AB Brasil busca ser uma empresa sustentável 

Desde 2007, a AB Brasil pretende utilizar um novo modelo de geração e de energia, buscando um modelo eficiente e responsável para integrar na sua  estratégia. O biólogo e gerente dos projetos de responsabilidade socioambiental da AB Brasil, José Luiz Theodoro, afirma que a geração de vapor da unidade de Pederneiras provém de fontes renováveis, e sustenta uma produção de leveduras e ingredientes para panificação e confeitaria.  

A AB Brasil é a subsidiária brasileira do grupo britânico ABF (Associated British Foods), sediado na Inglaterra. A AB Brasil é um dos principais produtos de ingredientes de confeitaria e panificação, atuando nos segmentos Industrial, Consumo e Food Service.

No Brasil, a empresa atua com as marcas Mauri, Fleischmann, Ovomaltine e Jordans, tendo fábricas em Pederneiras-SP, que produz misturas para pães e bolos, fermentes, recheios e coberturas, e cremes vegetais, e uma fábrica em Sorocaba-SP, que produz ovos e derivados de ovos pasteurizados.

Leia mais: A Construtora Patriani está oferecendo dezenas de vagas. Veja aqui informações sobre os cargos e encontre o emprego que deseja.

Conheça um pouco sobre a ABF 

Fundada na Inglaterra, a Associated British Foods, ou simplesmente ABF, sediada em Londres, possui mais de 128 mil funcionários e uma operação diversificada em 53 países, incluindo varejo de moda, tecnologia para alimentação, refinarias de açúcar, alimentos e ingredientes. Anualmente, a empresa fatura cerca de US$22 bilhões, sendo o quarto maior grupo de alimentos da Europa.

[gs-fb-comments]

Relacionados
Mais recentes