Tuesday, 03 de August de 2021

Limpeza no pós-obra da construção civil: As melhores dicas estão aqui!

Limpeza pós obra na construção civil

A organização e Limpeza no pós-obra da construção civil se tratam de etapas essenciais, se você deseja obter bons resultados em seu canteiro de obras essas dicas podem ajudar.

Para ter bons resultados, na limpeza durante o pós obra do seu canteiro de obras na construção civil a etapa de acabamento é ainda mais importante, pois evita erros, favorece a produtividade e até aumenta a economia. Assim que tudo for concluído, é a hora de cuidar da limpeza pós-obra. Essa fase é tão relevante quanto o processo de organização, então merece a sua atenção.

As técnicas certas resolvem os principais problemas na construção civil brasileira e garantem que tudo esteja em seu lugar.

Que tal descobrir como fazer isso no canteiro de obras da sua construção civil? Trouxemos as melhores dicas de limpeza pós-obra para você colocar em prática. Confira!

Importância da limpeza pós obra

Com o fim da fase de acabamento de uma construção civil, inicia-se a etapa de limpeza dos resíduos deixados por ela. Pode ser um estágio aparentemente simples, mas muitas pessoas e empresas acabam executando a limpeza de qualquer maneira, danificando os revestimentos, as pinturas ou mesmo peças, como as torneiras, os marcos das portas ou as louças sanitárias.

A partir disso, surge a necessidade de se conhecer os cuidados básicos a serem tomados na limpeza final da sua obra. Para isso, nós listamos abaixo as principais dicas para tornar esse processo mais simples e eficaz, sem comprometer a qualidade do seu acabamento.

Primeiro passo da sua limpeza pós obra: Planejamento

É importante ter em mente por onde a limpeza deve começar. Embora a vontade de jogar água em tudo seja grande, é preciso pensar estrategicamente no começo, meio e fim da faxina. 

A recomendação é que se inicie pelos ambientes mais afastados até a entrada da sua construção civil. Depois, a ordem deve ser limpar de cima para baixo, teto, paredes e piso. Esteja sempre protegido com luvas e um calçado adequado para a tarefa. 

Comece removendo a sujeira mais grossa, liberando espaço e abrindo caminho. Assim, você não perderá tempo tendo que limpar mais de uma vez o mesmo ambiente. 

Comece de cima para baixo

De maneira similar ao exemplo anterior em que definimos uma ordem do segundo para o primeiro andar, dentro dos cômodos é importante realizar a limpeza começando do teto e terminando no piso. Assim, você evitará que a retirada de excessos do gesso no teto, por exemplo, possa sujar o piso limpo.

É importante lembrar também da necessidade de proteger os revestimentos ou pinturas sensíveis contra produtos ou técnicas utilizadas na construção civil. Uma espátula para retirada de excessos de tinta pode cair, por exemplo, no piso e danificar o revestimento.

Utilize os produtos removedores adequados na limpeza pós obra da sua construção civil

construção civil- pós obra civil

O mercado da indústria civil disponibiliza uma gama de produtos de limpeza com diversas aplicações, que vão desde os trabalhos domésticos diários até as limpezas pesadas, como a pós obra.

Dessa forma, é importante pesquisar quais tipos de produtos podem ser utilizados na limpeza e saber aplicá-los para não danificar seu acabamento. Entre eles podemos destacar:

  • removedores de Epóxi;
  • removedores de tintas;
  • detergentes de limpezas diárias, para porcelanato e laminado, desincrustante;
  • removedor de ferrugem;
  • removedores de colas;
  • removedores de manchas.

Cada produto, pode ser encontrado no mercado com aplicações que dependem do tipo de revestimento ou tinta utilizada. Por exemplo, alguns removedores de Epóxi são recomendados apenas para revestimentos de porcelanato e outros para mármores e granitos.

Você deve atentar-se para esses detalhes nas informações fornecidas pelos fabricantes, a fim de evitar que um piso, ou uma pintura, possa ser danificado com o produto.

Utilize EPI e EPC na construção civil

construção civil - pós obra civil

A regra de ouro para séc. XXI é aliar trabalho com segurança. Mesmo em uma tarefa considerada simples, como a limpeza de obra, há riscos de acidentes e incidentes durante a execução.

Em decorrência desses, surge a necessidade de utilizar equipamentos de proteção individual (EPI) e equipamentos de proteção coletiva (EPC).

Para retirada de resíduos e impurezas da superfície de uma fachada, por exemplo, pode ser necessário a utilização de equipamentos de proteção coletiva, como escadas e/ou andaimes.

Nessa mesma situação, a pessoa que está operando a atividade deve se assegurar de que nenhuma ferramenta vai atingir sua cabeça e de que ela está regularmente presa ao andaime, eliminando o risco de um acidente provocado por uma queda. Por isso, recomenda-se a utilização de capacetes, cintos de segurança e outros equipamentos de proteção individual.

Saiba como sujar menos durante a sua obra na construção civil

construção civil - pós obra civil

Para facilitar a limpeza depois, o melhor mesmo é não sujar tanto. Para isso, é preciso manter o espaço sempre organizado e limpo, dentro do possível. Recomendamos remover regularmente a sujeira pesada para que ela não se acumule.

Também é interessante contar com materiais especializados em proteção de superfícies, e quanto mais investir em proteção, sua limpeza pós obra será mais rápida e econômica.

Em vez de apenas fazer uma cobertura com qualquer material, opte por uma alternativa que realmente ofereça segurança. Além de proteger o revestimento, é algo que facilita bastante o processo no pós-obra.

Monte o planejamento da limpeza

Depois que a obra tiver suas etapas concluídas, é preciso arregaçar as mangas e começar a limpeza. Nesse sentido, o ideal é montar um planejamento para otimizar os seus esforços e garantir que tudo saia conforme o esperado.

Pense, por exemplo, de qual cômodo partir. Assim, você não suja o que já foi limpo anteriormente. Além disso, defina um prazo para concluir a tarefa e todos os recursos que serão necessários.

Limpe do teto ao chão

Por falar em planejamento na construção civil brasileira, é preciso definir qual vai ser o “fluxo” da limpeza pós-obra. A ideia é maximizar a sua atuação e otimizar as operações. Nesse sentido, o melhor é limpar de cima para baixo ou do teto ao chão.

Vale começar com as quinas altas e com os elementos elevados. Tudo cairá no chão e, por fim, é só fazer essa limpeza da parte baixa. Inclusive, é uma dica que vale para lugares com mais de um andar, de modo a evitar que a entrada permaneça suja o tempo todo.

Faça a limpeza pesada primeiro

Não adianta querer limpar tudo de uma vez, pois isso é altamente ineficiente. Em vez disso, a nossa dica é iniciar pela limpeza pesada. Comece tirando o grosso, como os restos de materiais, os entulhos maiores e itens que podem ser removidos rapidamente.

Ao dividir a organização em breves etapas, é possível chegar a um resultado melhor, sem sentir que ainda faltam coisas demais. Além de tudo, é uma maneira de garantir mais produtividade.

Cuide da segurança

Para uma limpeza pós-obra de qualidade, também é fundamental não se descuidar da segurança. É indispensável utilizar equipamentos como luvas, óculos, máscaras e até calçados de proteção. Afinal, alguns entulhos podem provocar acidentes, o que requer atenção.

Também vale a pena manter o ambiente arejado, com portas e janelas abertas. Isso ajuda o cheiro forte a se dissipar e também impede que a poeira fique muito acumulada no local, por exemplo.

Utilize equipamentos e produtos específicos

Para que a limpeza seja completa e profissional, é indispensável utilizar os elementos adequados para essa situação. Como visto, é preciso proteger o piso, a pintura, as bancadas e até os ralos para evitar retrabalhos.

Também vale a pena contar com equipamentos específicos, como escada profissional, lavadora de alta pressão, aspirador para obras e assim por diante.

Além de tudo, use os produtos certos. Um limpa porcelanato, por exemplo, é ideal para as peças do tipo, enquanto o limpa rejunte deixa a junção como nova. Com as composições certas, eles não estragam os materiais e oferecem máxima eficiência.

ENXÁGUE TODAS AS SUPERFÍCIES

De acordo com as recomendações dos respectivos fabricantes, enxágue as diferentes superfícies de cada um dos cômodos da sua casa.

Esse passo é essencial para avaliar de que forma você vai prosseguir com a limpeza pós-obra, sobretudo em pisos e paredes em que revestimentos de porcelanato ou cerâmica foram utilizados.

Quando há, por exemplo, excesso de massa de rejunte cobrindo o piso ou a parede, é preciso dedicar um momento à raspagem.

Também é importante considerar que as superfícies que receberam a cobertura em porcelanato possuem necessidades específicas, diferentes daquelas em cerâmica, para que a limpeza seja executada sem que as peças sejam danificadas ou manchadas.

Para limpar essas superfícies, certifique-se de que o rejunte já está seco e, depois, lave as peças de porcelanato ou cerâmica com uma esponja umedecida em água.

É necessário ter bastante atenção para remover todo o excesso de rejunte que possa ter ficado preso ao porcelanato. Depois, é só concluir o processo aplicando um produto de sua preferencia que seja indicado para a limpeza de porcelanatos no pós-obra.

Para evitar problemas, se faz necessário tomar alguns cuidados com a limpeza pós-obra. É muito importante não começar a limpeza antes que toda a obra do local esteja finalizada. O ideal é que somente se inicie o processo de limpeza com o término total da obra, pois, caso contrário, entra-se num círculo vicioso de limpa-suja, onde o trabalho não rende.

Outra medida importante a ser tomada é cobrir com material apropriado os móveis e equipamentos que não possam ser removidos do local, dessa forma, essas peças ficam protegidas de qualquer dano.