Início Qual a importância do ESG na construção civil?

Qual a importância do ESG na construção civil?

20 de junho de 2022 às 09:22
Compartilhe
Siga-nos no Google News
ESG na construção civil
ESG na construção civil

Segundo um estudo levantado pela Gartner, cerca de 63% das empresas estão sendo cobradas sobre ações sustentáveis de ESG.

Primeiramente, podemos dizer que as constantes discussões sobre o futuro do planeta têm ganhado cada vez mais espaço na sociedade. Neste sentido, podemos dizer que a construção civil não fica muito atrás, pois o ESG é uma prática que alinhará a produtividade com as causas naturais.

Bem, não poderia diferir, afinal, os consumidores estão buscando compromisso com a biodiversidade em diversos âmbitos. Logo, o ESG foi um dos pilares da construção civil.

Além da preocupação dos consumidores, devemos ter em vista que a construção civil oferece diversos impactos ao meio ambiente. Desde o momento da extração dos materiais da natureza, até a produção e descarte de dejetos. Assim, com o crescimento do setor, se preocupar com a natureza foi fundamental.

Inclusive, outro ponto crucial na construção civil é o uso abundante de água e energia elétrica. Isso porque o uso da água é excessivo durante a construção das obras, especialmente para limpeza dos materiais. Em relação à energia elétrica, algumas empresas já buscam soluções para diminuir o seu consumo.

Portanto, consumidores conscientes buscam pesquisar a rotina de uma empresa antes de consumir. Com o mercado da construção civil em alta, muitas pessoas não buscam apenas um lugar bonito para morar; elas também querem se sentir responsáveis pelo local onde vivem, em prol de um planeta melhor.

ESG na construção civil: Canal Hollum Consultoria

Dessa maneira, para poder diminuir os efeitos negativos que a construção civil pode ter, diversas empresas estão buscando investir em ESG. Mas,  o que seria isso? Será suficiente para evitar os danos que as obras podem acarretar? Tudo isso veremos a seguir, com uma pequena explicação sobre o assunto. Confira!

O que é ESG?

Primeiramente, ESG é a abreviação de Environmental, Social and Governance que pode ser traduzido como Ambiental, Social e Governança. Sendo assim, a ideia busca critérios ambientais, sociais e governamentais para o âmbito corporativo.  Basicamente, a ideia visa a sustentabilidade e o bem-estar social.

Dessa forma, essa medida civil busca encontrar iniciativas de proteção ao meio ambiente e a biodiversidade. Ademais, ela também inclui os funcionários da empresa no processo, fornecendo uma melhor experiência dos operados com as empresas. Para mais informações, confira mais sobre cada tópico:

Environmental – Meio Ambiente

Em geral, a sigla “E” está relacionada aos fatores ambientais. Dessa forma, ele tem a ver com os resíduos e a energia elétrica utilizados pela empresa. Assim, todos os recursos que uma empresa precisa para continuar funcionando, estão incluídos nessa parte do ESG.

Além disso, muitas empresas buscam encontrar soluções para diminuir as emissões de CO2, além de promover ações que busquem diminuir as mudanças climáticas. Logo, todo e qualquer recurso que tenha alguma relação com o meio ambiente, será incluído na sigla E.

Social – Desenvolvimento social 

Na sigla “S”, fatores sociais da empresa são incluídos. Ou seja, os relacionamentos que a empresa possui com seus funcionários e clientes, além de ações feitas na comunidade onde atua. Ademais, tópicos como diversidade, inclusão, direitos humanos e relações de trabalho também são analisados.

Governance – Governança 

Basicamente, a sigla “G” refere-se a tudo que esteja de acordo com o sistema interno de práticos, procedimentos, controles e ações que uma empresa pode tomar. Em síntese, podemos dizer que ele define as regras para definir os direitos e responsabilidades que uma empresa de construção civil possui.

Por que o ESG é tão Importante na Construção Civil?

Primeiramente, vale citar que não existe uma entidade que possa avaliar o funcionamento do ESG nas empresas. Entretanto, por conta das vantagens de conhecer os riscos e oportunidades do cenário, alguns fundos de investimento buscam avaliar como está o avanço de ESG nas empresas.

Ademais, uma boa oportunidade de ESG é conseguir melhorar os indicadores de qualidade. Isso porque diversas certificações externas podem surgir, indicando a sustentabilidade e eficácia de suas obras, gerando credibilidade perante a sociedade. Assim, investir em ESG é mostrar comprometimento com o meio ambiente.

Por que devemos investir em ESG na Construção civil?

Existem diversos motivos para investir em ESG na construção civil, mas, podemos dizer alguns deles. Em primeiro lugar, investir em ESG promove uma maior sustentabilidade, isso porque o setor civil utiliza cerca de 5% do material extraído da natureza.

Outro fator importante é que, utilizando de ESG, há uma diminuição da emissão de carbono. Portanto, adotar sistemas práticos e busca por materiais sustentáveis na construção civil, além de mostrar a responsabilidade da empresa com o meio ambiente, diminui os impactos ambientais a longo prazo.

Outro ponto muito importante para o uso de ESG está na diminuição de riscos. Isso porque o processo garante que as empresas funcionem conforme as leis vigentes, o que é uma boa tática para diminuir multas e processos legais. Assim, além de economizar dinheiro, a empresa ainda diminui os seus esforços.

Ademais, os processos de uma empresa na construção civil que adota o ESG é padronizado, com um conjunto de regras que pode guiar perfeitamente as suas ações. Sem contar que oferece uma maior clareza aos colaboradores sobre como realmente funcionam as operações.

Por fim, podemos dizer que investir em ESG oferece maior lucro para as empresas. Isso porque, como mencionado, diversos investimentos utilizam critérios de ESG para encontrar boas oportunidades de investir. Assim, quando uma empresa utiliza de ESG, ela atrai mais investimentos.

Investir em ESG melhor a imagem de uma empresa na construção civil?

Primeiramente, podemos afirmar que uma das ideias de ESG é promover uma melhor relação entre parceiros, colaboradores, fornecedores e a comunidade onde a empresa está incluída. Afinal, tanto os clientes quanto os colaboradores buscam ações transparentes das empresas que consomem.

Dessa forma, podemos afirmar que os consumidores atuais buscam empresas que concordem com a lei, mas, muito, além disso, que oferecem um ambiente de trabalho sadio para os seus funcionários, e possam oferecer benefícios para a comunidade inserida.

Finalmente, podemos dizer que uma empresa que utiliza de ESG encontra melhores processos, bem-estar no ambiente de trabalho, obras mais sustentáveis, melhor colaboração entre parceiros, entre muitos outros. Portanto, ajuda muito para quem deseja se edificar na construção civil.

[gs-fb-comments]

Relacionados
Mais recentes