Tuesday, 28 de September de 2021

Alta no preço de materiais de construção da construção civil prejudica construtoras

Construção civil - insumos da construção - construtoras

Setor da construção civil tem mantido a frequência de trabalho e continua gerando empregos

O setor de construção civil, em especial os materiais de construção, vem enfrentando uma dificuldade a mais nesta pandemia da covid-19. Além do mercado ter esfriado, os preços de alguns insumos aumentaram. Os consumidores e em especial os donos de construtoras estão reclamando da alta no preço dos materiais de construção. Sendo assim, itens como cimento e aço apresentaram alto reajuste e setor vê atitude oportunista das indústrias que fabricam tais produtos.

Leia também

Preços em alta nos materiais de construção, na maioria dos casos chega a 10% a mais do valor, grande parte dos consumidores começaram a reclamar e alguns até esta denunciando ao  Sinduscon (Sindicato Intermunicipal da Indústria da Construção), construtoras afirmam que as dificuldades têm sido grandes.

Tanto as construtoras quanto autônomos, têm feito esforço para manter os preços acordados com os clientes, afirma o Presidente da entidade, Amarildo Miranda Melo

 “A construção civil tem feito esforço tremendo, hercúleo, pra não fechar e manter a empregabilidade, porque o custo é sempre mais caro para parar uma obra e depois retomar. Então a gente diminui o ritmo, mas nunca para e assim, tentamos manter o preço que acordamos com o cliente, porque o prejuízo é sempre pra empresa”, afirma ele.

Levantamento da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) comprova aumento nos materiais de construção

Em uma pesquisa realizada pela CBIC entre o dia 16 e 21 de julho, mais da metade das construtoras que fizeram parte da pesquisa em 27 estados brasileiros demonstraram e perceberam o aumento dos materiais da construção civil.

Outrossim, quando a questionados sobre aumento no preço do aço, 87% das empresas responderam que tiveram aumento durante o período da pandemia.

Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.