Início Setor da Construção Civil deverá manter crescimento no estado do Paraná

Setor da Construção Civil deverá manter crescimento no estado do Paraná

18 de fevereiro de 2022 às 10:49
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Os órgãos do setor da construção civil estão projetando um bom crescimento para a área no estado do Paraná, com o aquecimento do mercado imobiliário e diversas obras sendo realizadas em 2022
Os órgãos do setor da construção civil estão projetando um bom crescimento para a área no estado do Paraná, com o aquecimento do mercado imobiliário e diversas obras sendo realizadas em 2022. Fonte: Reprodução

Os órgãos do setor da construção civil estão projetando um bom crescimento para a área no estado do Paraná, com o aquecimento do mercado imobiliário e diversas obras sendo realizadas em 2022

Para esta terça-feira, (15/02), os dados da Câmara Brasileira de Indústria da Construção (CBIC) apontam que o setor da construção civil deverá manter um bom crescimento no estado do Paraná e ser elevado em 2% no ano de 2022. Após anos de instabilidade no mercado nacional, os órgãos do setor estão prevendo grandes obras e empreendimentos por todo o estado e um possível aquecimento do mercado imobiliário neste ano.

Leia também:

Estado do Paraná contou com grandes momentos de crescimento e adaptação no setor da construção civil durante a pandemia 

Apesar do período do início da pandemia do Covid-19 ter impactado grande parte do mercado global de forma negativa, o setor da construção civil ainda conseguiu se manter estável no território nacional e, principalmente, no estado do Paraná. A região conseguiu se adaptar de forma muito positiva ao momento e deu continuidade a diversos empreendimentos de grandes obras dentro do estado, impulsionando o mercado imobiliário e todo o segmento da construção civil. 

Assim, o engenheiro civil Joaquim Ribas de Andrade Neto, sócio-diretor da Construtora Andrade Ribeiro, ressalta que os últimos dois anos foram de bastante adaptação para o cenário no estado e ressalta a resiliência do segmento, afirmando que “Aqueles que procuravam uma nova moradia, talvez postergaram a possível compra e é em 2022 que a busca pode ser finalizada. Dessa forma vemos uma melhoria na demanda dos produtos, mas também na qualidade oferecida visto que o cliente agora tem características mais exigentes”.

Enquanto o ano de 2020 foi marcado por uma forte retração no crescimento do setor da construção civil no Paraná, 2021 contou com um aumento de 7,6% em relação ao ano retrasado, quando a queda foi de 6,3% na comparação com 2019. Assim, fatores como a taxa Selic e o valor das commodities impulsionaram o crescimento ou a retração do mercado imobiliário, mas o segmento segue se reerguendo e as entidades da construção civil no estado paraense se mostram bastante otimistas em relação ao ano de 2022. 

Projeções para os resultados da construção civil no estado do Paraná são bastante otimistas e órgãos aguardam um bom crescimento do setor 

Dando continuidade ao crescimento que aconteceu no ano de 2021, o setor da construção civil segue aquecido no estado do Paraná e os dados da Câmara Brasileira de Indústria da Construção (CBIC) apontam para um crescimento dessa fatia da economia de 2%. Além disso, uma pesquisa realizada pelo Sindicato das Indústrias de Construção Civil do Paraná (Sinduscon-PR) mostra que 66% das empresas associadas à instituição pretendem aumentar o nível de atividade em 2022. Enquanto isso, 68% das empresas no Paraná têm lançamento programado ou intenção de lançar algum empreendimento em 2022, buscando desenvolver empreendimentos com grandes obras dentro do estado para impulsionar o crescimento. 

Entre os grandes projetos que estão sendo esperados, a Construtora Andrade Ribeiro detém um dos maiores e a previsão é de lançamento de um empreendimento dentro mercado imobiliário no bairro Ecoville, em Curitiba, que será entregue aos moradores em dezembro de 2022. Esse novo projeto dentro dos empreendimentos da companhia está buscando novos olhares para o local e pretende atrair moradores bastante exigentes, entregando uma boa estrutura para os compradores. 

Já em relação aos empregos no estado dentro do setor da construção civil, a expectativa dos órgãos é de criação de 2.700 vagas de emprego, de acordo com o que foi revelado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) em relação ao Paraná no ano passado, o que marcaria um grande avanço para os trabalhadores do estado.

[gs-fb-comments]

Relacionados
Mais recentes